sábado, 29 de agosto de 2009

Uma multidão de ninguéns


"Pense, fale, compre, beba
Leia, vote, não se esqueça
"
- Admirável Chip Novo (trecho); Pitty, cantora Brasileira.

Nos acomodamos com a roubalheira das pessoas que estão no poder, aqueles que estão acima do sistema. Todos dizem e sabem que há corrupção. A pergunta é? Por que ficamos calados ou meramente resmungando?

Talvez nós brasileiros, já não ligamos mais para a nosso próprio povo e futuro. Só queremos saber se temos asfalto na rua, saneamento básico e se a copa será aqui ou na Europa. A única coisa que nos preocupamos é o que está nos incomodando, talvez, por já estarmos "acostumados" com a corrupção, não ligamos mais, resmungamos um pouco quando isso aparece na TV. E só!

Esse é o nosso povo brasileiro. Que luta firmemente pelos nossos direitos! E que quando tentamos lutar pelos nossos direitos somos repreendidos com tiros de bala de borracha e nos calamos. Queremos tudo fácil! Para muitos países ganharem sua indepêndencia, sangue e suor foram derramados, não é por quê dizem que estamos num "novo mundo" que não devemos nos cair no luxo de querer que as coisas sejam feitas com facilidade.

Uma das coisas simples e que pode apenas pode, não é certo de fazer alguma diferença é o nosso voto. E o que os brasileiros fazem? "Voto obrigatório é um saco", "Preferia ficar bebendo minha cerveja", "Por que devemos votar? a corrupção vai continuar!". Esses pensamentos será que levam a alguma coisa?

Somos uma multidão de ninguéns que está acomodada em receber nada. Poderíamos tentar fazer alguma coisa para mudarmos toda a nossa borrada, ou continuar colocando a culpa nos que estão no poder. Eles talvez não têm tanta culpa, quando chegam a o poder, eles vêem um povo que não está nem aí pra eleições ou politica. Logo para que ajudá-los se eles não querem nem saber disso? A única coisa que importa afinal de contas é: Carnaval, Trio Elétrico e Copa do Mundo.

Afinal, pra que se preocupar? Estamos num País em desenvolvimento, que nunca, se desenvolve.

"Há duas maneiras de fazer política.
Ou se vive 'para' a política ou se vive 'da' política.
Nessa oposição não há nada de exclusivo.
Muito ao contrário, em geral se fazem uma e outra coisa ao mesmo tempo,
tanto idealmente quanto na prática."
Max Weber, sociólogo Alemão.

Bjs! ;*

16 comentários:

julia disse...

ca-ra-ca!
adorei, Renan! adorei meeeesmo!
parabéns!

Portal Veritas disse...

Particularmente não gosto do pensamento marxista. Seu materialismo dialético transcende a estrutura ontológica da realidade, imprimindo o Ser tão somente no universo do imanente.

Formas igualitárias são possíveis. A Teoria política platônica e estóica são uma boa saída.


Breno Bastos
Gerente do Portal Veritas

Escorpiana disse...

Adorei o post, parabéns

Clip Emoção disse...

Se eu fala-se que tenho blg esta bom seria pouca coisa esta Show belo post belo texto !

Rogerio disse...

Já sou fã, ótimos posts

Arthur A. Melo. disse...

Acho que já está na hora de irmos às ruas, fazer alguma coisa para mudar esse nosso Brasil,
não podemos aceitar esse senhores que se dizem acima do bem e do mal.

Arthur A. Melo. disse...

sim, escrevi dois poemas sobre essa horrível situação do Brasil: "Não adianta ser só cidadão" e "Seria isso um senado?"

querendo ler passa lá:
http://arthurmelo92.blogspot.com/

Ewerton disse...

Não ligo pra carnaval,trio eletrico, muito menos copa, mas poderia substituir por Madonna, pronto. rs

B. disse...

Adoreeei seu post, é a pura realidade, somos muito conformados com nossa situação, eu mesmaa n vou mentir que eu odeio eleição, já desistir de acreditar que esses políticos podem mudar alguma coisa, porque a única coisa que eles mudam são suas próprias vidas, enquanto nós sofremos calados!!!

ameei, penso igual!

depois dá uma passadinha no meu blog:

http://pequenab.blogspot.com/

atualizei :D

Barbara Galvão disse...

Você escreve muito bem Renan, é super expressivo e claro em suas palavras. Sua opinião é ótima! E deveríamos sair desse senso comum e começar a pensar um pouco no que realmente interessa. Temos que pensar que nosso voto sim faz a diferença e que denunciar, lutar pelos nossos direitos é questão de CIDADANIA, que poucos exercem sua cidadania. Infelizmente vivemos em um país onde a mídia "faz a cabeça" das pessoas menos desprovidas de opinião(quase toda população), que acham que tudo o que vêem é o certo(ou errado), de acordo com o que a mídia os impõe. Enfim, vamos ver se a nossa geração e as próximas mudam isso. Eu espero!

B. disse...

deixei uns seloos para vc em meu blog, depois passa lá para buscar :D

http://pequenab.blogspot.com/

:***

Aмbзr Girℓ ⅞ disse...

muito bem, adorei essa reflexão e o modo atual que você escreve sobre nosso mundo, esse rela de todos os dias. ah, sim, vc está linkado no meu blog? ainda está de pé a troca de links:? se tiver, avise-me.

Blog Suicide Virgin

Nocivo disse...

Tanto quem está por cima quanto nós, somos todos corruptos, a diferença é que há os que conseguem exercer poder sobre os outros... Alguns criticam, por exemplo o "analfabetismo político", tanto eles quanto os "analfabetos" estão olhando pra cima e sendo pisoteados. o medo é política se confundir com justiça, bondade e coisas do tipo, sejam quais forem os ideais por trás dela, política vai ser sempre um modo de poder, dos governantes para os governados, pra sair disso só tomando o poder. Esperar por um mundo justo e pacífico não espera nem quem vota de modo consciente, já que ao menos, para tal, é necessários ser consciente dessa estrutura absurda....

Jomara disse...

Belas reflexões, Renan!
Continues assim! ;)



www.harajukunews.blogspot.com

você pode? disse...

ADOREI Renan, muito interessante todos as suas postagens *_*
comenta?
http://fabisilvaa.blogspot.com/

Bia Acampora disse...

Olá, acabei de começar a seguir o seu blog, achei ele muito interessante, parabéns.
Espero que retribua seguindo o meu tb.
Beijinhos!