domingo, 27 de setembro de 2009

Por que não mudar?


"Deixe o mundo mudar você e você poderá mudar o mundo."
Che Guevara.
Médico, fotógrafo e guerrilheiro revolucionário argentino.

Todas aquelas pessoas que tentaram mudar tudo, fazer de tudo que lhes cercava um lugar melhor. Não no sentido família e amigos, mas no sentido de todas as pessoas que estavam próximas a eles, e nem ao menos conheciam. Por que morrer em nome dessas pessoas? Somente desconhecidos.

Por que dedicar a vida a isso? Arriscar morrer por pessoas que você não conhece. Muitas pessoas durante todos os séculos tentam fazer algo de bom para o mundo, enquanto ele mesmo se destrói. Como seria belo se não existisse a autodestruição, amor próprio e respeito ao próximo.

Todos os nossos heróis foram enterrados, crucificados ou fuzilados. Porém, mesmo mortos, sua presença permanece em nossas mentes. Inspiram-nos há viver cada dia, a procura de um herói? O que é um herói? Seria aquele sujeito, que deixou de ser um ajoelhado e se levantou contra tudo que achava errado? E o combateu. Usando como arma sua força de vontade, fé, punhos, sangue e o seu coração. Sacrificando a sua vida em prol de pessoas que não conhecia e que ainda estavam por nascer.

Seus rostos hoje criam coragem, fazem as pessoas levantarem bandeiras e se erguer contra todos os problemas que lhe perseguem. Se algo está REALMENTE errado, por que não muda-lo? A vida de um homem morto pode dar vida a milhares de outros. Todos aqueles que morreram lutando pelos seus objetivos são heróis.

Morrer pelas as pessoas que estão a quilômetros de distância a nossa volta, valeria? Ser um herói para criar novos heróis no futuro. Nosso mundo já teve diversos heróis, o que eles queriam? Felicidade, Compaixão e Amor. Isso que eles queriam estampados no rosto de cada pessoa. Os heróis tendem a enfrentar vilões, e estes, o que tentam? Os diminuir, acabar com sua luz, acabar com sua idéia. Um herói morto faz surgir novos heróis, um herói acabado, faz surgir nada.

Todos podem ser o que se classifica como heróis, resta saber como fazer a nossa própria parte. Esta, porém é baixa, as pessoas só querem saber que estão bem, e apenas isso. Não importa o mundo que ficará para seus descendentes. Importa o que se come e bebe hoje. Se não fizermos nada por nos mesmos e pelos que ainda virão. É o próprio nada que irá ficar.

Resta decidir, queremos ser os felizes ou os que fazem felicidade.

"Cristo morreu de braços abertos, para que nós não vivamos de braços cruzados."
Pascal.
Filósofo, físico, matemático e escritor francês.

____________________________________________________________________


Espero que estejam gostando do blog, nas próximas semanas os posts irão demorar mais para aparecer, por quê vou estar cuidando da minha vida. :)
Nota¹:
Existe agora uma comunidade no orkut, participe!
Nota²: Aproveite e siga-me no twitter.
Bjs! ;*

19 comentários:

Caroline Farias disse...

O que adianta morrer pelos outros achando que tá melhorando o mundo se ninguém tá se ajudando pra fazer um mundo melhor?!
Só perde tempo morrendo!
Tenho orgulho dos heróis que morrem por nós!

Beeijoo, tem post novo lá no blog dá uma passada lá. ;*

Thalyta disse...

Adorei o seu blog!!
http://wallitahfashion.blogspot.com/

David Aragon disse...

Parabéns pelo texto, me motivou bastante. Vc deveria escrever livros de auto-ajuda, o mercado é bastante promissor. XD


CHINFRAS e TALS

Nocivo disse...

Morrer pelos outros na verdade é morrer por si próprio. Há uma região no cérebro chamada prosencéfalo basal, ela é ativada tanto quando recebemos um presente ou quando damos algum. O fato ativa o córtex subgenual, que dá a sensação de prazer. Ou seja, fazer algo pelo outro é fazer pra nós mesmos, literalmente...

Acho que somos vizinhos, te vi na página do orkut de uma amiga, só não lembro mais qual, sempre confundo o pessoal que conheço no Florença rs

vlw!

¬Léo Andro¬ disse...

Bom, eu já tentei morrer por alguem, e muito dificil e complicado mudar por alguem ate hj eu tento!

ReWiLL disse...

Só jesus pra morrer pelos outros mesmo. é dificil vc amar uma pessoa mais que vc mesmo..

Comenta?
http://rewillian.blogspot.com/

Rodrigo Selback disse...

Não creio em morrer para salvar o mundo mas em mudar o nosso mundo para que assim começemos a mudar o mundo dos outros

Leeet disse...

O blog é perfeito, textos perfeitos *o*' amei (:

http://wellitscool.blogspot.com/

Bia Acampora disse...

Ooi, parabéns pelo blog!
Muito interessante!
Ah, tô seguindo!
Beijos!

Refri disse...

Muito interessante.
"Os heróis são aqueles que se levantam e se contradispõe às coisas errônias."

^__^

Karina Kate disse...

Entregar a sua vida por outro nem sempre pode ser o certo, deve-se mudar... belo texto!

Humberto Deveza disse...

E realmente importante mudar,
e quando essa mudanca e pelos outros, melhor ainda.
Belo post, cara.
Ate.

TiO - ZéH disse...

Che Guevara realmente se tornou um mito.

ılıFabricioıllı disse...

Questionável.
Mudar a que, se for querer melhor a que? A si, ou ao outro...são dúvidas que pairam nas mentes.
E se o Brasil mudasse, nós mudariamos?

abraço

FábioZen e Débora disse...

Visitando o amigo!Olha Sparrow,acho que morremos um pouquinho cada vez que fazemos algo que não queremos,só para satisfazer alguém ou uma conveniência do grupo.Como lidar com isso?Boa pergunta...

Plínio disse...

ola, tudo bem?
tem post novo no Jornaleiro de Plantão
estou pedindo uma ajudinha sua lá... passa lá, por favor!

http://jornaleirodeplantao.blogspot.com/2009/10/ajudinha.html

Stella Scrummiest disse...

Aaah, excelente o post :)

adorei essa frase:
''Resta decidir, queremos ser os felizes ou os que fazem felicidade.''

beeijos.

Walison Douglas disse...

A morte é um processo biológico que determina o fim da vida de um determinado indivíduo e a continuação para os demais, levando em conta o processo de degradação biológica. Indo ao foco do seu texto, que é muito bom, percebe-se uma dúvida se morrer para a humanidade é justo, acho que SIM, como foi dito nos comentários anteriores, quando fazemos o bem ou doamos presentes a sensação é ótima e é biologicamente comprovado isso. Porém, não foi dito que o medo da morte possibilita acontecimentos também impressionantes como matar ou até mesmo morrer, tudo isso por questões do EGo de cada um.
Os heróis que "morreram por nós", são de grande valia sempre, afinal além de colaborar historicamente servem de motivação a esperança de um mundo melhor.

Rosy disse...

Oii
Excelente este post....entrei em parafuso rsrs Sério mesmo! É um texo bem intenso e super, impossível não refletir. O egoísmo humano não terá fim....infelismente....
Obrigada pelo comentário em meu Blog. Volte sempre!