terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Braços sem abraços


Daria pra te ter em meus braços, viver horas assim, dizer que o mundo perderia as cores se você partisse, mas dizer "eu te amo", não, isso realmente não dá.

Não é algo seu, é meu, uma espécie de medo.

Afinal, no mundo "eu te amo" já é tão constante quanto um "bom dia", só não sei se isso quer dizer se ele é feliz ou as pessoas estúpidas.

Queria te ter agora em meus braços e não mais em minha mente.

__________________________________________________________


Free hugs.

Um comentário: